Onde tudo começou

O filme O Brasil da Pré-História, O Mistério do Poço Azul

Em junho de 2005, as produtoras Grifa e Marca D’água – em coprodução com a francesa Gedeon Programmes – viabilizaram, com o patrocínio da Petrobras, a mais surpreendente expedição de paleontologia no Brasil. O objetivo: a realização do filme documentário O Brasil da Pré-História, O Mistério do Poço Azul.

O sucesso da expedição é sem precedentes. A caverna surpreendeu não só as equipes de filmagem e de mergulho, mas principalmente os experientes paleontólogos, o Prof. Dr. Cástor Cartelle Guerra (UFMG), os especialistas Gerry D Iullis e François Pujos (IFEA) e o Doutor em Geociências Ivo Karman (USP).

Dentre os mais de 4.000 ossos coletados estão 45 espécies diferentes de animais extintos, bem como de representantes da fauna ainda existente.

Em meio à enorme quantidade de ossos, foram identificadas duas espécies de preguiças terrícolas totalmente novas para a ciência além de um exemplar completo do maior representante dessa exótica megafauna: a Preguiça Gigante.

Em agosto de 2007, o filme teve sua estréia no conceituado canal de TV canadense CBC, seguido de exibições em mais 62 países (França, Alemanha, Bélgica, Austrália, China, EUA, etc.). Em fevereiro de 2011, o filme estréia no Brasil pelo canal National Geographic.

O filme já foi agraciado com três prêmios internacionais: o Prêmio Especial do Juri para divulgação cientifica (Espanha) em 2009, Golden Dragon Award (China) em 2008 e Medalha de Ouro no AMIF (França) em 2007.